quinta-feira, julho 24, 2014

Resenha: Princesa Adormecida - Paula Pimenta

 



 Na quarta (26.06.14) eu fui na sessão de autógrafos da Paula Pimenta (depois vou postar mais detalhes sobre o evento) e um dos livros que ela assinou foi o da Princesa Adormecida. No dia seguinte, comecei a ler e não consegui mais parar, terminei o livro antes das 6 da tarde.


Quem nunca sonhou quando pequena em ser uma princesa? Em ter um príncipe encantado te esperando e no final vocês se casarem e viverem "felizes para sempre"? Quando eu era pequena meu maior desejo era ser a Cinderela, Deus como eu amava o desenho! Mas, hoje em dia, está bem difícil encontrar um príncipe perfeito. Então meus refúgios são os livros, principalmente de qual gênero?? Claro que é romance! E o meu suposto achado dessa vez foi esse novo livro da escritora mineira Paula Pimenta.

A vida de Anna Rosa Lopes era (quase) normal, tirando os fatos: de ter sido criada pelos tios desde os 5 anos e de eles a praticamente prenderem em casa para protegê-la; e do passado dela, podia-se dizer que ela era uma garota comum.

Mas toda a história tem um começo e a de Anna Rosa é bem diferente.

***
Áurea Roseanna Bellora tinha nove meses quando no dia de seu batizado foi sequestrada por uma mulher louca.

~ De onde surgiu essa mulher? Eu explico. A mãe de Áurea/Anna, como queira, cozinhava muito bem e qualquer ingrediente em suas mãos virava um banquete, por isso foi competir em um concurso de culinária em Paris. Um dia, outra concorrente (Marie Malleville) trouxe com ela um homem para provar sua comida, mas ele foi conquistado pela barriga por outra moça. Marie sempre ficou com raiva disso pois ela amava o homem desde a infância, e, bem... todos sabemos que essas pessoas vão dar problema durante a história. ~

Sorte que Filipe estava brincando do lado de fora da igreja a tempo de ver a bebê sendo carregada pela Malleville para dentro de uma casa ali perto. Foi ele quem salvou a vida da nossa protagonista. A mulher foi presa, porém solta alguns anos depois porque segundo a polícia a única testemunha era uma garoto que na época tinha 4 anos.

Desde o dia em que foi solta, Marie mandava ameaças para a família de Áurea, e uma delas mudou sua vida por muitos anos.

***

Em comemoração ao seu aniversário de 16 anos, suas amigas do internato resolveram levá-la passear, mas desta vez sem nenhum tio ficar supervisionando. Uma legítima fugida. Depois do shopping elas foram para um barzinho onde uma DJ bem conhecida estava tocando, passaram um tempo lá então ela e sua amiga Clara voltaram para o colégio e deram de cara com os tios. Putz! Já era.

" - Não sei. Mas isso que eu estou sentindo é uma euforia louca que me dá vontade de sair dançando pelos corredores da escola... Mas ao mesmo tempo esconde uma tristeza sutil, que parece morar no lugar mais fundo do coração. E isso tudo me faz sorrir e chorar, por ser tão bom e tão dolorido ao mesmo tempo. Dá pra entender?
   - Acho que sim. O amor deixa as pessoas loucas, é isso?"
Anna e Clara - Pg. 79

Na segunda é que começaram a aparecer. Mensagens. De um completo estranho e ainda por cima em francês! Quem é que ele era? Como descobriu meu telefone? Como eu posso saber se ele não é um maníaco, louco ou se está mentindo para mim? Perguntas, perguntas e mais perguntas. Você quer saber a resposta? Leia o livro :)

Ficha Técnica:
Autora: Paula Pimenta
Editora: Galera
Gênero: Romance
Páginas: 189
Nota: 09/10

"O que eu faço com essa vontade que deu de te puxar pro lado de cá da linha?"
Phil - Pg. 87

Um comentário:

  1. Oii, já ouvi muito falar desse livro, esse não é meu tipo de leitura favorito, mas vou dar uma chance, adorei o blog, estou te seguindo. Bjos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir