sábado, julho 27, 2013

A Culpa é das Estrelas

Não tenho como descrever essa história com meras palavras, as que chegam quase perto são: envolvente, divertida, engraçada, triste e surpreendente.
Tudo começa em um dos encontros do Grupo de Apoio que a protagonista, Hazel Grace, participa em consequência do seu câncer. Como sempre acontecem as mesmas coisas, ela não quer ir especificamente neste encontro, mas acaba sendo obrigada pela mãe a comparecer, o que mais tarde, não se arrepende nem um pouco de ter feito. Esse foi o dia em que Hazel Grace, 16 anos, diagnosticada com câncer de tireoide com metástase nos pulmões aos 13 anos e paciente terminal, conheceu Augustus Waters, 17 anos, que teve osteossarcoma um ano e meio atrás.


          "  - O.K.
             - Ai, meu Deus, pare de flertar comigo!"
                        (Hazel - Augustus)


Quando chega ao local do encontro do grupo ela vai a uma mesa pegar um biscoito e um pouco de limonada, em seguida se vira para pegar um lugar, e com esse movimento ela se dá conta de que um garoto está com os olhos fixos nela. De onde aquele cara surgiu? Ela nunca tinha visto ele na vida! Mas vamos admitir ele era um gato, alto e musculoso, cabelo acaju, liso e curto, aparentava ter a mesma idade que Hazel ou, no máximo, um ano a mais. Enquanto Patrick dava início a reunião, Hazel resolve dar um espiadinha no cara musculoso só para saber se ele ainda estava a encarando, e não é que ele continuava olhando para ela?! Por fim, Hazel Grace resolve encara-lo também isso se torna um tipo de jogo, o garoto, Hazel descobre depois que se chama Augustus. Ele começa a flertar com ela convidando-a para assistir V de Vingança na casa dele, o que Hazel não aceita no início. Porém um tempo depois lá está ela na casa do Augustus, depois de ter quase tido um ataque do coração ao ir no banco de carona enquanto ele dirigia. Esse dia é o início de todas a história da jovem Hazel Grace e o "sr. das metáforas" Augustus Waters.


Ficha Técnica:
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Gênero: Ficção, romance
Número de páginas: 283
Nota: 10/10


"Me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra."

(Hazel Grace)

Nenhum comentário:

Postar um comentário